DOR NUNCA MAIS

Medicina da dor:

Á dor é o sintoma responsável por 20% das consultas médicas. Uma em cada cinco pessoas possui dores crônicas (ex: artrite, lombalgia, dores de cabeça, fibromialgia). A lombalgia é a segunda doença mais incapacitante no mundo e em 2007 foi responsável por 50% das aposentadorias por invalidez (Frasson, 2016).
Mais de 300 milhões de pessoas sofrem de depressão, entre 2005 e 2015 houve um aumento de 18% na prevalência de depressão, sendo que em 2050 será a segunda doença de maior prevalência (WHO, 2018).
O estresse é um fator importante associado a doenças coupacionais (Frasson, 2016).
Nossa saúde é resultado de um conjunto de fatores.

Maiores causas de incapacidade:

A dor apresenta diversas dimensões ou componentes:

Modelo biopsicossocial da dor (Engel, 1977; Flor, 20011

É importante quebrar o ciclo da dor